Monitoramento da Saúde dos ACS em tempos de COVID-19 | Plataforma de Ciência de Dados aplicada à Saúde

Acesse a Plataforma

PCDaS em manutenção

Monitoramento da Saúde dos ACS em tempos de COVID-19

Descrição: 

Uma das dramáticas consequências da alta transmissibilidade do vírus Sars-CoV-2 tem sido o acometimento por COVID-19, em larga escala, de profissionais do setor saúde, quadro comprovado em diversos países. Na atual pandemia provocada pelo novo coronavírus, o Ministério da Saúde atribuiu ao trabalhador Agente Comunitário de Saúde (ACS), no que compete à promoção, prevenção e controle de agravos, papel fundamental no reforço ao atributo da orientação comunitária.
Esta pesquisa tem como objetivo analisar os impactos da pandemia de COVID-19 na saúde dos ACS e as demandas desses trabalhadores no que se refere às condições de trabalho e à formação profissional. O estudo será realizado com ACS de três capitais do país que apresentam elevado número de casos e os primeiros registros de transmissão comunitária – São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza – bem como de cidades de cada umas das respectivas regiões metropolitanas – Guarulhos, São Gonçalo e Maracanaú.  O produto principal será o desenvolvimento de painel digital disponibilizado em plataforma virtual com o registro do impacto da pandemia sobre a saúde dos ACS. O painel contribuirá para acompanhamento dos ACS, avaliação sobre a necessidade de reposição da força de trabalho e previsão de implantação de medidas e políticas públicas que garantam a proteção e a recuperação da saúde dos Agentes.

 

Esta pesquisa, que será realizada no período de abril a dezembro de 2020, foi reconhecida como estratégica pela Fiocruz e é financiada pela Vice-Presidência de Pesquisa e Coleções Biológicas, através do Programa de Políticas Públicas, Modelos de Atenção e Gestão de Sistema e Serviços de Saúde - Fiocruz/VPPCB/PMA.

 

Objetivos do projeto com a Plataforma de Ciência de Dados aplicada à Saúde (PCDaS/Icict):
•    Produção, consolidação e disponibilização de painel interativo para análise das principais bases de dados;
•    Automação do processo de extração e tratamento dos dados para a elaboração de boletins digitais e base de dados.

 

Coordenação:
Mariana Lima Nogueira (EPSJV/Fiocruz) e Camila Furlanetti Borges (EPSJV/Fiocruz)

 

Equipe de pesquisadores:
Alda Lacerda (EPSJV/Fiocruz)
Angélica Fonseca (EPSJV/Fiocruz)
Areta Peixoto Vellasques EPSJV/Fiocruz)
Cristina Maria Massadar Morel (EPSJV/Fiocruz)
Daniel Felix Valsechi (EPSJV/Fiocruz)
Fábio Falcão Monteiro (Cooperação Social-Presidência/Fiocruz)
Letícia Batista da Silva (EPSJV/Fiocruz)
Márcia Valéria Morosini (EPSJV/Fiocruz)
Márcio Candeias Marques (EPSJV/Fiocruz)
Maria Idalice Silva Barbosa (EPSJV/Fiocruz)
Sábata Rodrigues de Moraes Rego (EPSJV/Fiocruz)
Vanira Pessoa (Fiocruz-CE)

 

Parceiros do Icict/Fiocruz:
Aldo Lucio Pontes Moura (Cict)
Jefferson Lima (Ctic e PCDaS)
Marcel Pedroso (Lis e PCDaS)
Marcelo Rabaço (Ctic)  
Rodrigo Murtinho de Martinez Torres (Icict)
Tania Cristina Pereira dos Santos (Icict)